Como a sauna pode ajudar a sua saúde


A temperatura da sauna contribui para a vasodilatação. A diferença de temperatura com o frio pode melhorar a imunidade e reduzir inflamações

Por G1, São Paulo

Um estudo feito na Finlândia com 1.628 pessoas de 53 a 64 anos revelou que pessoas que têm o hábito de fazer sauna pelo menos quatro vezes por semana tem 60% menos chance de ter um AVC. Mas qual a explicação? O Bem Estar convidou o consultor e cardiologista Roberto Kalil para falar sobre o assunto. E qual a relação da sauna com a água gelada? A neurologista Gisele Sampaio explicou o que este tipo de ritual faz com o nosso corpo.

A temperatura da sauna contribui para a vasodilatação. A diferença de temperatura com o frio pode melhorar a imunidade e reduzir inflamações. Entretanto, apesar dos resultados promissores, o trabalho feito na Finlândia tem limitações, como a frequência da sauna. Além disso, podem existir outros fatores desconhecidos que contribuíram para a melhoria. Também não houve comparação com pessoas que não fazem sauna.

O que acontece com o corpo na sauna? Quando a temperatura do sangue se encontra acima do ponto crítico, o hipotálamo envia uma mensagem aos vasos cutâneos com o objetivo de provocar uma vasodilatação, que irá facilitar a perda de calor. O corpo sua e a pressão arterial cai.

A sauna não é recomendável para pessoas com doenças cardiológicas instáveis e pessoas idosas com problemas de pressão baixa. Também não é recomendado que a pessoa vá sozinha à sauna. É importante tomar bastante água antes, durante e depois da sauna e evitar bebidas alcoólicas.

Mais do que fazer sauna, o ideal é fazer exercícios, comer comida de verdade, baixar o peso, não fumar. Todos eles são fatores de proteção contra AVC, com evidência científica sólida.

Foto: Mariana Garcia/G1

 

Compartilhar:

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *