fbpx

CENTRAL DE ATENDIMENTO 24H: 0800 61 3333

Médico é condenado à indenização de R$ 350 mil por morte em MG

Um médico terá que pagar R$ 350 mil a um casal por causa da morte do filho depois do parto, na cidade de Januária (MG). O caso ocorreu no dia 12 de setembro de 2005 no Hospital Municipal de Januária. Segundo o jornal Gazeta Norte Mineira, a criança escorregou da maca ginecológica e morreu em virtude de um traumatismo craniano.

A Justiça condenou o médico e a Prefeitura de Januária a pagar a indenização. Eles recorreram ao Superior Tribunal de Justiça, que na semana passada manteve a decisão do Tribunal de Justiça de Minas Gerais ao negar provimento ao recurso do médico.

Conforme o acórdão do TJMG, “restou suficientemente comprovada à negligência” do médico. De acordo com a decisão, o profissional saiu da sala de exames e deixou a gestante em trabalho de parto sozinha, “o que acabou por levar ao óbito do recém-nascido que, por não contar com qualquer apoio no momento do seu nascimento, veio a cair da mesa de exames em que se encontrava sua mãe, sofrendo traumatismo craniano e hemorragia endocraniana”.

Muito pobre, o casal enterrou o bebê no quintal da casa onde mora porque não tinha R$ 28,00 para pagar a taxa de sepultamento exigida pela empresa que administrava o Cemitério de Januária.

Com informações da Gazeta Norte Mineira

(http://www.gazetanortemineira.com.br/cidade/2016/04/medico-condenado-a-indenizacao-de-350-mil-por-morte.html)

Crédito: Bloomberries Flickr