fbpx

CENTRAL DE ATENDIMENTO 24H: 0800 61 3333

Jovem de Alto Rio Doce morre em Barbacena com suspeita de febre amarela

Rapaz estava internado no Hospital Regional e faleceu neste domingo (4).

Por G1 Zona da Mata
Um jovem de 28 anos, residente em Alto Rio Doce, morreu neste domingo (4) com suspeita de febre amarela. Ele estava internado no Hospital Regional de Barbacena desde o dia 26 de fevereiro e teve falência múltipla dos órgãos e febre hemorrágica.

De acordo com a nota da Sala de Situação Emergencial de Barbacena, houve coleta de materiais para exames laboratorais de diagnóstico na Fundação Ezequiel Dias (Funed), em Belo Horizonte.

Foi a segunda morte de moradores da região do Campo das Vertentes no fim de semana. No sábado (3), a Sala Emergencial confirmou o óbito de um homem de 35 anos, natural de Barroso, que tinha sido transferido para Belo Horizonte.

O mais recente boletim epidemiológico sobre febre amarela em Minas Gerais foi divulgado na terça-feira (27) pela Secretaria de Estado de Saúde (SES) e apontou que havia 28 mortes por febre amarela confirmadas na região de Zona da Mata e Campo das Vertentes.

Febre amarela
A febre amarela é uma doença infecciosa febril aguda, causada por um vírus transmitido por mosquitos infestados.

Em área rural ou de floresta, os macacos são os principais hospedeiros e a transmissão ocorre pela picada dos mosquitos transmissores infectados Haemagogus e Sabethes.

Nas cidades, a doença pode ser transmitida principalmente por mosquitos da espécie Aedes aegypti e não há transmissão direta de pessoa para pessoa.

Os sintomas iniciais da febre amarela incluem o início súbito de febre, calafrios, dor de cabeça intensa, dores nas costas, dores no corpo em geral, náuseas e vômitos, fadiga e fraqueza.

 

Foto: Marlan Kling/G1