CENTRAL DE ATENDIMENTO 24H: 0800 61 3333

INSS abre inscrições para perito médico temporário em MT, RO e SC

MT: O Instituto nacional do Seguro Social (INSS) publicou, nesta terça-feira (14), Edital para contratação temporária de nove peritos médicos para reforçar o atendimento a segurados no interior do estado do Mato Grosso. As vagas serão destinadas para os municípios de Cáceres, Campo Verde, Colniza, Jaciara, Juara, Juína, Primavera do Leste, Rondonópolis e Tangará da Serra.

Os médicos interessados podem se inscrever, entre os dias 15 e 24 de abril, nas próprias Agências da Previdência Social (APS) onde há vagas e na sede das Gerências Executivas do INSS em Cuiabá e Sinop. Os profissionais selecionados poderão realizar as perícias médicas nas Agências cadastradas ou em seus consultórios, desde que autorizados pelo gerente-executivo, que analisará a conveniência para o INSS .

A estimativa do INSS é que os médicos poderão atender em média 3.564 perícias por mês. A medida faz parte de um conjunto de ações que o INSS vem adotando para melhorar o atendimento aos segurados no Mato Grosso, em especial na área de perícias médicas. Nos últimos anos, o INSS vem registrando queda no número de peritos médicos, em virtude de aposentadorias ou pedidos de demissão. Assim, a contratação temporária desses profissionais tem o objetivo de suprir a demanda até o preenchimento das vagas por concursos públicos. O atual efetivo de peritos médicos do estado é composto por 46 profissionais. (SCS/MT)

Acesse a íntegra dos editais de Cuiabá e Sinop.

RO: A Gerência Executiva do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), em Porto Velho, abriu inscrições para contratar médicos, temporariamente, para realização de perícia médica na capital e nos municípios de Vilhena, Guajará Mirim, Jaru, Ji-Paraná, Pimenta Bueno e Rolim de Moura.

Os médicos poderão optar por realizar a perícia em clínicas ou consultórios particulares, nas localidades para onde foram contratados, desde que autorizados pela Gerência que analisará a conveniência para o INSS.

De acordo com a gerente executiva do INSS/RO, Márcia Cristina Pinto, a contratação é emergencial e o contrato temporário tem prazo de até dois anos. “Esses médicos virão suprir uma necessidade que foi autorizada pela presidência do INSS de contratação de 10 profissionais, sendo 2 para Vilhena, 2 para Porto Velho, 2 para Rolim de Moura e um profissional para os demais municípios contemplados com essa contratação”, informa.

Salário de R$ 13 mil
O profissional contratado vai receber por perícia médica realizada o valor de R$ 35,00. O perito que alcançar o limite permitido – que é de 18 procedimentos diários – no final do mês terá uma remuneração de R$ 13,8 mil. Além disso, os horários de atendimento são flexíveis, podendo ser estabelecido pelo próprio médico.

O período de inscrições encerrará em 24 de abril. Os interessados estão sendo atendidos das 8h às 12h e das 14h às 18h, no edifício-sede da Gerência Executiva, localizada na rua Campos Sales, no bairro Olaria.

A documentação necessária para inscrição também pode ser entregue nas agências da Previdência Social dos municípios previstos no edital. Outras informações podem ser obtidas nos respectivos horários de funcionamento destes locais ou pelo e-mail [email protected].

Para participar do processo seletivo do INSS/RO, os candidatos não precisam ter especialização médica, basta ter a formação em Medicina.

Mas, para efeito de seleção vai depender da experiência de cada profissional. Entretanto, se o candidato tiver especialização em Medicina do Trabalho ou na área de perícia, obviamente que obterá uma pontuação mais elevada.

Atividades realizadas pelo médico perito
Vários profissionais já procuraram a agência da capital em busca de maiores informações e “estamos aguardando, agora, as inscrições serem efetuadas”, informa Márcia Cristina. A perícia do INSS é uma atividade realizada para verificação médica com diversas finalidades que serão utilizadas administrativamente para caracterização ou não, conforme a legislação vigente, dos direitos do trabalhador ou do contribuinte a um benefício.

Dentre elas estão a verificação da incapacidade laborativa consequente a traumas ou doenças para a concessão de benefícios por incapacidade; a verificação da invalidez para a concessão de benefícios assistenciais; a verificação do enquadramento da doença de que o examinado é portador em várias situações de direito a benefícios fiscais, tais como isenção de pagamento de imposto de renda para aposentados. Além disso, analisa as questões que envolvem postos de trabalho, para efeito de reinserção de uma pessoa ao serviço (que é a reabilitação profissional) – entre outras situações.

Mais de 200 mil perícias médicas aprovadas
Entretanto, a gerente executiva explica que a contratação desses médicos temporários para trabalhar em Rondônia é para a realização, específica, de perícia para efeito de auxílio-doença.

Ou seja, “ele não vai exercer todas as funções, de um médico perito; porém, vai ter, com certeza, uma atuação significativa diante da demanda que hoje nós temos”, constata.

Segundo a Gerência Executiva, registrou-se em todo o Estado 217.995 mil perícias aprovadas de todas as espécies, totalizando R$ 190.006.475,20 em benefícios. Em Porto Velho foram 42.202 pedidos assegurados, perfazendo um total de R$ 42.109.470,11. Atualmente o estoque de solicitações represadas (agendadas) é de 11.350, sendo que 2.189 somente em Porto Velho. A data e horário das perícias agendadas podem ser consultas no site do INSS.

SC: A gerência executiva do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) de Joinville lançou no início desta semana um edital para a contratação temporária de seis profissionais para o cargo. As vagas vão reforçar os quadros de cinco agências: Canoinhas, Mafra, Jaraguá do Sul, Joinville-Centro e Joinville-Guanabara.

O prazo para as inscrições termina no dia 24. Para concorrer às vagas, os interessados podem ir à sede da Gerência (Joinville-Centro) e nas agências das demais cidades da regional, das 8h às 12h e das 14h às 17h, em dias úteis. Para fazer a inscrição é preciso levar CPF, carteira de identidade, currículo, registro e comprovação de regularidade perante o CRM (Conselho Regional de Medicina), diploma de graduação em medicina e NIT (Número de Identificação do Trabalhador). O edital do credenciamento está disponível nas unidades da Previdência Social e dúvidas podem ser esclarecidas pelo e-mail [email protected].

Fontes: http://www.previdencia.gov.br/, http://www.ndonline.com.br/ e http://www.sgc.com.br/
Foto: Previdencia Social, via Flickr