fbpx

CENTRAL DE ATENDIMENTO 24H: 0800 61 3333

Médico dá alta a bebê e criança morre no dia seguinte na Grande BH

Mãe afirma que a criança teve alta mesmo com diagnóstico de infecção no intestino.

Um bebê de quatro meses morreu um dia após ter sido avaliado por um médico da UPA (Unidade de Pronto-Atendimento) de Vespasiano, na região metropolitana de Belo Horizonte.

Segundo Mariana Cardoso, mãe da criança, o menino estava com um quadro de diarreia e, após exames, o médico da unidade constatou que ele tinha um quadro de infecção no intestino. Apesar disso, o bebê teve alta e o médico teria receitado que a mãe desse soro ao filho.

“Ele mandou eu dar um banho no meu filho e disse que ia me dar alta. Ele também falou que ia receitar soro para o meu filho beber e um remedinho”, afirma.

Mas, no dia seguinte, Mariana precisou retornar à UPA o estado de saúde do bebê tinha piorado. No entanto, a quadro da criança já era grave demais.

Segundo a UPA, a criança teve alta porque respondeu bem aos medicamentos. No entanto, no dia seguinte, ele apresentava grande quantidade de leite nos pulmões, o que pode ter agravado o quadro e levado o bebê a óbito.

“Eu perdi meu filho. Aquele médico matou meu filho. Nunca mais vou ver meu filho.”, diz a mãe.

A notícia foi veiculada pelo site R7, no dia 30 de maio.

Fonte: http://noticias.r7.com/
Foto: Luciano Viana, via Flickr