fbpx

CENTRAL DE ATENDIMENTO 24H: 0800 61 3333

Folhas verdes reduzem o risco de perda de memória em até 10%

As folhas verdes também são ricas em fibras com alta capacidade de serem utilizadas pelas bactérias do bem

Por G1, São Paulo

Você gosta de comer salada? Um estudo da Universidade de Chicago associou o consumo das folhas verdes com a saúde do nosso cérebro.

A pesquisa foi feita com 960 pessoas com idade entre 55 e 99 anos durante 10 anos. Um grupo comia folhas verdes com frequência e outro grupo não. Quem não consumia folhas verdes teve um resultado pior no teste de memória, um declínio cognitivo mais acentuado.

O estudo concluiu que consumir folhas verdes duas vezes por dia diminui em até 10% a perda de memória. O segredo dessas folhas é a presença de vários nutrientes amigos da nossa memória, como a filoquinona, a luteína e o alfa-tocoferol.

O neurologista Ricardo Nitrini e a nutricionista Isabela Pimentel comentaram sobre o estudo e falaram sobre os benefícios das folhas verdes no Bem Estar desta segunda-feira (9).

Além dos nutrientes citados pelos pesquisadores, as folhas verdes são ricas em fibras com alta capacidade de serem utilizadas pelas bactérias do bem, ou seja, são fundamentais para a manutenção da microbiota intestinal.

Veja o ranking das folhas:

Espinafre e couve
Escarola, chicória e brócolis
Alface (lisa, crespa), rúcula e agrião
Alface americana
O ideal é consumir até duas porções de verduras todos os dias. Cuidado com o exagero! O excesso de espinafre pode trazer problemas, por causa do oxalato.

Foto: Reprodução